sábado, 12 de março de 2016

1º Ato - Manifestação: "Nomeação Já!", na SSP

Hoje ocorreu o 1º ato da manifestação: Nomeações Já!, em frente à Secretaria de Segurança Pública.

video


video

video





Força, Foco e FÉ!

11 comentários:

  1. Não começamos a carreira na PC e já podemos notar o distanciamento e a briga apenas por interesses próprios dos delegados.

    Não sei se já repararam mas toda reivindicação é feita pela nomeação dos delegados e quando oportuno "das demais carreiras".

    Basta verificarem os cartazes, mensagens e dizeres.

    Um exemplo é o requerente feito ao SSP.
    REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº 63, DE 2016 (DOE de 11-03-2016, Legislativo, pág. 9)
    Nos termos do artigo 20, inciso XVI da Constituição do Estado de São Paulo, combinado com o artigo 166 da XIV Consolidação do Regimento Interno, requeiro seja oficiado o Excelentíssimo Senhor Secretário de Segurança Pública, para que preste as seguintes informações:
    1- Considerando que o Governador do Estado de São Paulo nomeou no dia 07 de Março, 50 Delegados de Polícia, dentro de um numero de 129 delegados aprovados. Qual a previsão de nomeação dos outros 79 candidatos no Concurso Público de Provas e Títulos de Delegado de Polícia, DP 01/2013?
    2- Há a intenção deste Estado de São Paulo em nomear os remanescentes, portanto, esgotando a lista de aprovados?
    3- Será cumprido o artigo 41 do Decreto nº 60.449, de 15 de Maio de 2014? “Que dispõe que os candidatos remanescentes têm prioridade sobre candidatos de concursos supervenientes, no âmbito do mesmo órgão ou entidade, na convocação para nomeação ou admissão para o mesmo cargo ou emprego público, observadas as especificidades requeridas no edital de abertura do concurso público.”
    JUSTIFICATIVA
    No ano de 2015, delegado-geral da Polícia Civil, Youssef Abou Chahin afirmou que o déficit de policiais civis no Estado de São Paulo chega a 7 mil homens. A estatística é preocupante e demanda providências de todas as autoridades políticas do Estado de São Paulo.
    Não obstante, a Polícia Técnico-Científica de São Paulo, responsável pelo trabalho de perícia nos crimes ocorridos no estado, tem uma defasagem de 40% em seu quadro total de funcionários, conforme levantamento realizado pelo G1 por meio das últimas informações atualizadas no Portal da Transparência do Governo.
    É sabido também que a Polícia Civil do Estado de São Paulo, tem o déficit de aproximadamente 580 delegados de polícia civil.
    Desta forma, o Governo do Estado de São Paulo, corretamente, tem aberto diversos Concursos Públicos na área em questão, sendo que no ano de 2013, abriu o Concurso de Provas e Títulos, DP 01/2013.
    Sendo que o concurso foi homologado recentemente, portanto, mais de dois anos depois, causando ansiedade aos candidatos aprovados por suas nomeações e posse, bem como a toda população do Estado de São Paulo que clama por Segurança Pública.
    Razões pelas quais, encaminhamos os seguintes questionamentos.
    Sala das Sessões, em 9/3/2016.
    a) Angelo Perugini

    Em regra o requerimento é entregue ao Secretário de Estado dentro de 5 dias após sua publicação no DOE.

    O prazo para o Secretário responder é de 30 dias e o trâmite (inclusive a visualização da resposta que o Secretário dará) pode ser acompanhado no site da ALESP (www.al.sp.gov.br/projetos).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem estiver para Investigador entra no site da Sipesp e da Aipesp para exigir apoio, só clicar em contato. Esses caras não se mexem para nos ajudar. Só faltam eles. Todas as carreiras já estão mobilizadas. Depois não adianta ficar de mimimi pq não foi convocado e os outros foram.

      Excluir
  2. Parabéns a todos que foram lá e a este Blog, está melhor do que muitos fóruns de bate papo.

    ResponderExcluir
  3. Não é hora de ficar uma carreira "brigando" com a outra, mas sim hora de união. Vamos deixar de mimi...e ter atitudes concretas.
    Infelizmente o primeiro dia de manifestações (11.03) não contou com número expressivo de pessoas...o que é triste.
    Dia 14.03.2016 na ALESP vamos fazer diferente! Vamos estar presente é reivindicar nossos direito.
    Volto a dizer: gora é hora de união e não achar "pelo em ovo".
    O que precisamos é ser ouvidossssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns a todos que foram lá e a este Blog, está melhor do que muitos fóruns de bate papo.

    ResponderExcluir
  5. não é novidade pra ninguem que nas polícias civis (no brasil todo) só existem duas carreiras:

    delegados e o resto.

    enquanto formos um país atrasado, com uma estrutura policial arcaica essa será a realidade...

    qual é a função do delegado? presidir o inquérito policial. e o que é o inquérito policial? uma peça dispensável. logo, delegado é dispensável!

    em país desenvolvido não existe policial-advogado ou advogado-policial, sei la!!. polícia deve ser só uma e se dividir em dois objetivos: patrulhamento ostensivo e investigação criminal. investigação nada tem a ver com ciências jurídicas. policial de investigação é um agente responsável por operações de investigação.

    mas nós somos um país subdesenvolvido. temos um intermediário super caro e inútil. para que delegado se existe promotor de justiça???

    se o concurso de delegado fosse exclusivo pra policiais, até daria pra engolir. mas um sujeito de 25 anos virar chefe de um policial que tem 25 anos de experiencia apenas através de uma prova de conhecimentos é um absurdo que só acontece aqui.

    pesquisem a estrutura policial dos estados unidos!!!

    e pra não dizerem que sou contra só delegados... se vocês tiverem tempo pra pesquisar e nem precisa ir muito longe dessa vez, praticamente todas as polícias civis do brasil já fizeram suas reestruturações e aglutinaram diversas carreiras. só sp fica com esse monte de carreira desnecessária que só cria brigas internas. pesquisem!

    e pra finalizar com um exemplo que eu pude presenciar quando estava de férias nos eua: lá, em casos de crime contra o patrimônio, invasão de residencia, furtos... o proprio patrulheiro que atende a ocorrencia faz a coleta de digitais... eles tem uma maleta com material de papiloscopia na patrulha, simples, não? coisa de país de primeiro mundo...

    a realidade da polícia civil sp:

    tira/escravao recebem 3600

    delegado recebe 10.000

    delegado do interior recebe GAT de 4 mil por mês por "cuidar" de várias delegacias ao mesmo tempo... uma gratificação que é como se criassem clones do delegado é maior que o salário do escravao e tira que realmente trabalham....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário realista e perfeito.

      Excluir
    2. existem dois tipos de delegados:

      os frustrados que nao conseguem passar no concurso pra promotor ou juiz*;

      e os que gostariam de ser investigadores, mas ja que o salário é baixo, prestaram o concurso pra delegados somente pelo salário. esses fazem de tudo pra fugir de papel, do gabinete... sao os mais operacionais e companheiros dos verdadeiros policiais.

      *esse grupo de frustrados esquecem que estão na polícia, esquecem qual é a função da polícia civil e ja que nao conseguem passar em outros concursos, tentam ganhar mais poder sendo delegados. ai inventam loucuras como: atividade jurídica, necrim... enquanto as investigações estao paradas pelo instrumento ineficiente que é o inquérito policial... as "excelencias" ficam pomposas em seus gabinetes, desfilam de terno e se locomovem com seus motoristas - agentes policiais em desvio de funçao que deveriam estar nas ruas investigando crimes.

      Excluir
  6. continuando....

    existem dois tipos de escravao:

    os que querem ser delegados

    os que querem ser investigadores


    e


    existe um tipo de investigador:

    os que querem um salário digno

    ResponderExcluir
  7. Parabéns a todos que estiveram presentes na 1a manifestação da PC. Hoje tem mais lá na Alesp. Para aqueles que não puderem comparecer torça por nós pois estaremos lá por todos os aprovados! Ontem o recado foi dado ao governador: quem não cumpre a sua obrigação e o seu ofício de zelar pelo bem público e a sua função pública será vaiado em público.

    ResponderExcluir
  8. Não adianta ficar aqui a criticar os delegados. Eles são mais unidos, os sindicatos deles se mobilizam prontamente, lutam pelos seus direitos. Formaram até um grupo de aprovados para fazer pressão. Cadê os sindicatos das outras categorias? Cadê a comissão dos escrivães, investigadores, fotógrafos e peritos? Vamos lutar e brigar pelo que é nosso. Não devemos nos dividir, pois unidos somos mais fortes!

    ResponderExcluir