segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Reunião entre lideres dos Sindicatos e o Secretário de Segurança Pública

"Depois de três meses do primeiro encontro, os líderes das nove entidades classistas que compõem o Movimento Unificado S.O.S. Segurança Pública estiveram reunidos mais uma vez com o Secretário Mágino Alves Barbosa Filho, durante um encontro de aproximadamente duas horas na sede da Secretaria da Segurança Pública.
Durante as várias manifestações dos diversos representantes de classes tanto da Polícia Civil como da Polícia Técnico Científica, com a apresentação feita pelo presidente  da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo – FESSP-ESP, Lineu Neves Mazano, ficou muito claro que não houve avanços nas negociações referentes a pauta de reivindicações entregues ao secretário na primeira reunião, ocorrida em 22 de junho, pois o Chefe das Polícias Paulistas deixou claro que não obstante a preocupação do Governador Geraldo Alckmin com a situação dos policiais paulistas, permanece o grande entrave alegado naquela reunião de junho, ou seja, a obrigatoriedade do cumprimento da Lei de responsabilidade Fiscal: “ Não podemos de forma alguma ultrapassar o limite prudencial estabelecido na lei , que por sua vez está diretamente ligado a arrecadação do Estado que só está caindo a cada mês”, justificou o Secretário da Segurança, afirmando que apesar do Governo estar percebendo um aumento da confiança da população na saída da profunda crise que o País mergulhou nos últimos anos           “ essa melhora ainda não se refletiu de forma concreta, não sendo possível avaliar se vamos conseguir superar essa crise nos próximos dois anos”, arrematou o Secretário Mágino, num discurso muito semelhante àquele proferido durante o primeiro encontro.

Aumenta a pressão
Ao perceberem que nenhum avanço ocorrera desde a entrega da pauta reivindicatória, no mês de junho, o porta-voz do Movimento para aquele ato, o perito criminal Eduardo Becker Tagliarini, presidente do Sindicato dos Peritos Criminais do Estado de São Paulo fez a entrega de Ofício assinado por todos os líderes classistas que integram o Movimento, no qual solicitam a intermediação do Secretário da Segurança para o agendamento de uma audiência entre o Governador Geraldo Alckmin e os representantes classistas que integram o Movimento para que haja a oportunidade de serem expostos os principais e mais urgentes problemas que afligem a categoria, com vistas ao encontro de rápidas soluções.
Após analisar o conteúdo do pedido, o secretário se comprometeu em levar ao conhecimento do Governador o pleito das lideranças do Movimento, observando, entretanto que o Governador tem uma agenda muito apertada a ser cumprida e portanto prefere delegar aos Secretários de Estado os contatos pessoais com as Entidades Representantes de Classes dos Servidores Públicos, adiantando, ainda, que  dos três itens apresentados como prioridade para a Segurança Pública, acredita que a mais viável no momento é a nomeação de pelo menos parte dos aprovados e remanescentes de concursos para as várias carreiras da Polícia Civil e Polícia Técnico Científica, tudo, segundo ele, ainda neste ano, após o Governo encontrar um equilíbrio orçamentário para realizar essas nomeações. Quanto ao segundo item da pauta, que trata da recomposição das perdas salariais, o secretário avaliou como sendo uma questão muito mais delicada, pois segundo ele, a preocupação maior do Governo de São Paulo hoje é manter o pagamento da folha dos seus servidores em dia, enquanto a maioria dos Estados estão parcelando salários e muitos sequer estão pagando. 
Após demonstrar boa vontade em manter o diálogo aberto com as lideranças classistas, atendendo pedido dos representantes do Movimento, o secretário Mágino Alves solicitou à sua assessoria que agendasse um próximo encontro dentro de um prazo máximo de 30 dias, quando espera poder dar melhores notícias aos policiais de São Paulo, por meio de seus legítimos representantes. “ Vocês sempre terão livre acesso ao meu gabinete desde que haja respeito e compreensão do delicado momento que devemos atravessar juntos”, finalizou."

52 comentários:

  1. nada nada nada nada nada nada nada nada ... mais ou menos isso que rolo na reunião.

    ResponderExcluir
  2. Lamentável como somos tratados!!

    ResponderExcluir
  3. Não vão conseguir superar a crise nos próximos DOIS ANOS. Ou seja, a melhor hipótese é a prorrogação dos concursos para nos enrolarem ainda mais. Certos estavam aqueles que nos mandaram esquecer a PCSP. Sem condições. Parabéns ao blog pela cobertura e atualização, mas já não vejo esperança nisso.

    ResponderExcluir
  4. Depois das Interceptações da Operação Alba Branca feitas pela Polícia Civil, onde secretário chefe da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin (PSDB),comandava fraudes de dentro do Palácio dos Bandeirantes, a relação deste Tucanistão e a PC, que já era ruim, ficou MUITO PIOR!
    Alias com uma Polícia Civil sucateada, quem vai investigar o Poder Público Estadual???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O MP e o TCE... Aqueles que tiveram concursos com celeridade, reajuste salarial em 2016...

      Excluir
  5. De novo essa conversa de limite prudencial e NINGUÉM pra contestar. Assim fica difícil mesmo.

    ResponderExcluir
  6. A próxima reunião seria em 26/10. É nosso último fio de esperança... Se nada mudar, eu particularmente não vejo uma saída... Esse concurso já demorou demais...

    ResponderExcluir
  7. ESSA REUNIÃO FOI SO UM CALA A BOCA... MARCARAM REUNIÃO PARA DAQUI A 30 DIAS... PORRA MEU, ISSO É ENROLAÇÃO, DAQUI A 30 DIAS JA ACABOU AS ELEIÇÕES, O DORIA EM SP GANHA E O GOVERNO NÃO PRECISA SE PREOCUPAR COM MANIFESTAÇÃO DE MEIA DUZIA DE "PULIÇA" ... NÃO EXISTE COMPROMETIMENTO DESSE SECRETARIO E OS SINDICATOS DEVERIAM SABER DISSO... ISSO É UMA VERGONHAAAAAAAAAAA!!!! BANDO DE LADRÃOOOOOO

    ResponderExcluir
  8. nos próximos 30 dias não teremos nenhuma novidade, lamentável...

    ResponderExcluir
  9. REVOLTANTEE!

    Achei que teríamos pelo menos uma data ...

    ResponderExcluir
  10. Coloca no artigo, as Palavras "Resumindo: NADA", pois puta perca de tempo...

    Ainda bem que passei na PC-PA...... Adeus SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passou na pc-pa escrevendo"perca"? Eu devia ter feito o esse concurso. Deveria estar muito fácil mesmo.

      Excluir
    2. Muito Obrigado pela correção... =)

      Excluir
  11. Resumo: esqueçam nomeacao em outubro! Se tiver nomeacao de alguns ainda este ano, avisarei em 26/10.

    ResponderExcluir
  12. Ninguém vai ser nomeado esse ano, ano que vem ele aparece com nomeação fracionada de novo e enrola para prorrogar (ou não) os concursos no início de 2018. Enquanto isso, a Polícia presta um servicinho meia boca nas delegacias e quem não é parente ou puxa saco de chefe precisa trabalhar por 20. Já disseram uma vez: na primeira leva nomeada já entraram quem provavelmente tinha "força" para pedir nomeação, o resto não tem e fica à deriva...

    ResponderExcluir
  13. http://politica.estadao.com.br/blogs/vera-magalhaes/nao-e-possivel-reagiu-temer-diante-de-video-de-moraes/

    O Presidente Michel Temer disse que dará última chance ao Ministro Alexandre de Moraes. Será que ele acaba voltando à SSP-SP?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem que poderia!! De fato ele cumpre sua palavra!

      Excluir
    2. cumpre? "nomeação em julho e o resto até o fim do ano"...e o ultimo cronograma que falou nunca saiu?..o careca só mentia!!!

      Excluir
  14. Quem ficar com a vida parada esperando essa nomeação entrará em uma profunda depressão. O jeito é seguir a vida, manter os empregos de hoje e deixar o concurso fora do pedestal, para ninguem surtar. Tontos são aqueles que deixaram a vida de lado para esperar essa nomeacao. Depressao só isso. Perdendo outras oportunidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, amigo, quando vi que fiquei de remana abandonei qualquer esperança, mas tenho amigos aprovados nas vagas que sofreram muito na época abandonando empregos quando entregaram documentos. Não sei muito bem como foi essa "orientação" na época, mas afetou muita gente. Você está certo, como todos que ja aconselharam ao pessoal continuar estudando e trabalhando estão. Saber que não tem nomeação esse ano deixa de ser pessimismo para realidade mesmo. Vamos seguir em frente, vocês não sabem como é melhor!

      Excluir
    2. Eu so um que passei dentro das vagas, levei documentos, entreguei minha ordem para não atrapalhar os clientes que eu tinha, pois largaria processos em andamento, e ai me ferrei, antes tivesse passado como remanescente, tinha continuado trabalhando de boa... mas a culpa foi minha e de mais ninguem, infelizmente, agora voltar ao trabalho e conseguir alguma carteira profissional e mega dificil... Concurso foda, tirou muito de muita gente, sei que muitos estão na mesma situação... Acredito na justiça divina e todos os envolvidos pagaram caro por isso, quem possui a boa fe vai ser futuramente recompensado.

      Excluir
  15. Gente o que é isso? Caminhamos para nada????? Pessoal do movimento não pediram nem um cronograma?? Para Polícia Civil nada?..para PM tudo! Concurso com 5400 vagas...cada o limite prudencial?Estamos a merce mesmo! Quanta injustiça..onde isso vai parar??I N D I G N A Ç Ã O T O T A L!

    ResponderExcluir
  16. SOU A FAVOR DE FAZER MAIS E MAIS MANIFESTAÇÕES, ATÉ A NOMEAÇÃO!!!! NÃO TENHO CONTATOS PARA TAL, NEM COM O MOVIMENTO SOS, INFELIZMENTE.

    ResponderExcluir
  17. Estão dizendo q dia 04/10 terá outra manifestação,maior q a anterior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está na hora de pensarem em greve.

      Excluir
    2. EM PRESIDENTE PRUDENTE! E EM SP?

      Excluir
  18. Bem que o sindicato poderia Fretar um Bus pra galera aqui da capital....

    ResponderExcluir
  19. E por essas outras que quem esta na Ativa esta contando os dias pra chegar a aposentadoria e dar adeus a PCSP. A instituiçao em si tem um lindo papel constitucional, porem o Governo do Estado de SP e seu partido mediocre acabaram com a POLICIA CIVIL DO ESTADO DE SAO PAULO.

    MEU AVO SEMPRE DIZIA aquele velho ditado: " Para um bom entendedor meia palavra basta".

    Ja deu para sacar como serao as nossas vidas tendo este ordinario como patrao... E por isso que HOJE comprei um cursinho para o TRE e vou estudar pesado...Seja o que Deus quiser..

    Para nao ser injusto, agradeço ao Deputado CARLOS GIANNAZI por ter liderado aquela moçao. Lembrarei deste deputado nas urnas.

    Em contrapartida, lembrarei deste incompetente e letargico Dep Olim ( com letra minuscula mesmo ) que sendo da Instituiçao nao se mexeu em nada. TREMENDO PUXA SACO DO GOVERNADOR..

    FUIIII

    ResponderExcluir
  20. Pessoas na ativa contam os dias para aposentar. Quem entrou dos concursos de 2012 ou até do nosso de 2013 também mal trabalhou e já quer sair, prestando concursos que mal pagam mais que um ou dois salários mínimos. Esse é o atual nível. Quem fez pelo dinheiro, viu que não valeu a pena, quem fez por vocação se decepcionou demais e viu que precisar tentar outra coisa...e não há nada de mal nisso tudo, mal é esperar que realmente nos tratem como pessoas, cidadãos aptos a trabalhar enquanto mostram não somos nada.

    ResponderExcluir
  21. Gente os bancário estão aí dando exemplo para todo mundo, todo ano eles fazem a mesma coisa. Não sei porque a polícia não faz a mesma coisa. GREVE JÁ. Pelo Reajuste salarial, melhorias nas condições de trabalho e NOMEAÇÕES JÁ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Galera estive pesquisando aqui e segundo a decisão do STF em 2008, num processo movido pelo estado, a polícia civil foi proibida de fazer greve. Sendo assim ficam todos a merce do estado. Porém a policia militar também tem o direito de greve vedado e no Rio de Janeiro no ano passado para pressionar o governo deixaram todas as viaturas nos quartéis, não deixa de ser uma greve camuflada.
      A polícia civil deve fazer o mesmo, policiais trabalhando SQN, deixa formar filas gigantescas nos DPs por falta de atendimento, não fazer operações etc. O que acham?

      Excluir
    2. Exatamente, fazer uma "Greve Branca". Vai trabalhar mas não cumpre seus deveres como deveria.

      Excluir
    3. Amigo, com todo respeito, sua ideia é otima e eu concordo com voce, mas isso não depende de nos aprovados, greve ou qualquer ação com essa finalidade não depende de nos, e sim dos sindicatos e dos policiais...Eu adoraria que uma greve acontece-se, pois seria certeza a contratação de todos de forma imediata, mas isso não vai acontecer, pelo menos não agora eu acho. Eu vejo todos os policiais reclamando, os sindicatos tambem, mas no fim de tudo o secretario marca a reunião, eles conversam, fica acertado uma reunião para daqui a 30 dias , e tudo certo ??? Sinceramente, não vo ficar criticando os sindicatos, mas acho que é uma manobra no minimo ineficiente, pois a secretaria so tapa buraco e nada mais, e sempre vai ser assim... reuniões ja ocorreram, varias, a secretaria ta cansada de saber do problema, e é visível que não quer resolver isso... Na minha humilde opinião... acho que os delegados deveriam se juntar e mandar embora os funcionarios mnicipais que fazem papel de policia nas delegacias, e ai sim haveria uma grave crise institucional, e o Estado deveria fazer algo com urgencia, ou PM assume de forma inconstitucional as investigações ou há um investimento significativo na PC... Mas pergunto, isso vai acontecer ???? claro que não, mas seria otimo.

      Excluir
    4. Sim amigo! Tem Seccional com dezenas de funcionários de prefeituras e estagiários. A própria população chega para ser atendida por policiais e é atendida por eles que não têm preparação. Que cheguem nas delegacias e não encontrem ninguém! Nem estagiários que estão em número absurdo, nem guardas municipais, nem outros funcionários que não são da Polícia e ficam falando buraco. Essa ideia tem de chegar nos delegados e até a imprensa se for possível, pq estão enganando a todos

      Excluir
  22. Poucos (dois, três?) anos atrás teve greve na Civil sim! O pessoal ficou nas delegacias mas não registrou ocorrência, etc

    ResponderExcluir
  23. precisamos dos da ativa para isso. infelizmente, não conheço o pessoal de dentro da pc.. lamentável que eles também não se mobilizem para que melhoras ocorram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os da ativa não vão fazer nada, os sindicatos muito menos, se fizerem algo não vai ter nenhuma efetividade, pois fizeram uma manifestação e aceitaram uma promessa de reunião do secretario para 30 dias ??? que efeito teve aquela palhaçada toda na frente da secretaria ??? pq pra sair com uma reuniãozinha marcada e uma promessa de nova reunião para 30 dias e a mesma coisa que nada pra mim.

      Excluir
  24. Essa reunião não teve o menor sentido. Serviu apenas para se reiterar promessas e agendar outra daqui 30 dias... É um teatro... Ninguém resolve nada

    ResponderExcluir
  25. Sindicato é sempre teatro.

    ResponderExcluir
  26. Depois virão solicitar sindicalização!!
    O ingresso dos aprovados na carreira não é benéfico exclusivamente aos candidatos aprovados, como tbm para aqueles que já estão na carreira.
    Não terão minha participação!!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Bom, eu havia dito que essa reunião poderia ser mais uma escusa da Adm. para prolongar ainda mais as nomeações. No final, foi o que efetivamente se viu. De qq forma, acho plausíveis as promessas de que as nomeações ocorram ainda este ano, diante das inúmeras notícias que foram veiculadas, inclusive aqui mesmo no blog. É por esse motivo que eu entendo que não devemos perder o foco, mas sim continuarmos pressionando, seja lá quem for (DGP, SSP, Governador), com o fim último de que as tão aguardadas nomeações ocorram o mais rápido possível, ainda este ano. Caso contrário, colegas, as nomeações somente ocorrerão no ano que vem, 2017, aliás, que já se vê no horizonte.

    ResponderExcluir
  28. Eles querem é atrasar isso p primeiro pagamento só entrar ano q vem e não pagar décimo terceiro,acordem!

    ResponderExcluir
  29. triste sabe q vc se mata de estuda, passa em um concurso de nivel superior pra ganha 3.600, e ai tem propaganda de concurso de assistente de promotoria (motorista), ensino fundamental, que ganha 3.900 huahuahuahu... Nada contra ao trabalho de motorista, otima profissão, mas comparando com cargo da civil, demonstra como a situação da PC SP ta complicada.

    ResponderExcluir
  30. Um acampamento em massa chamaria a atenção de muita gente.

    ResponderExcluir
  31. Boa noite a todos

    Não estou nesse certame mais acompanho e um descaso desse governo, pois na minha visão toda essa cena se refere a candidatura do Dória,PSDB não pode assumir essa prefeitura.Esse governo gente gosta de pressao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem se importa com candidatura do Doria ???? quem tem que pensar nisso é o cidadão morador de SP... se o paulista não tem consciência e vota no Dória e a mema coisa do cara que voto na Dilma e ainda defende que ela melhoro o pais, mesmo estando nessa merda... E não so Petista não, odeio o PSDB tmb, nunca votei no alckmin e nunca votaria, pq axo, e nao de agora, uma péssima pessoa...Em resumo, quero que o Doria se exploda... Problema da PC não é eleitoral, problema da PC é institucional, ta assim por falta de motivação da propria policia, que aceitou calada toda essa merda que o governo faz. Desculpa amigo, nao to querendo discordar de voce, e nem falo nada pra magoar não, é que é tanto tempo de concurso, e ver a situação da forma que está é complicada.

      Excluir
  32. Toda vez que entro aqui no blog fico feliz de ter uma fonte segura de notícias, mas também não sei o que comentar. As pessoas que sabem do concurso já o dão como caso perdido e é horrível pensar que estão todos certos. eu penso em incentivar protesto mas ao mesmo tempo, sei que vão inventar outra desculpa daqui 30 dias ou até não conseguirmos fazer mais nada a respeito. Sério pessoal, não tem mais nada a fazer ou tem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, infelizmente não. Veja só, sou a favor dos protestos, até contribui pra comprarem as faixas, mas enquanto estiver na validade do concurso, o governo tem todo o direito legal de enrolar. Mas olhando a tendência de concursos anteriores: vão chamar a todos, e talvez, muitos remanescentes (dependendo do cargo até todos). O problema é: só quando quiserem. No primeiro semestre uma delegada conhecida havia me falado: que esperou horrores, que abaixo assinado não adianta nada, que protesto não adianta nada, etc, mas que chamam. Vão nomear? VÃO. Quando? Ai é outra coisa... (OBS: ainda assim os protestos são positivos, pois se pra ser nomeado é uma luta, ela vai continuar quando tomarmos posse, seja por salários, aposentadoria, etc)

      Excluir
  33. Estão combinando de acampar

    ResponderExcluir